/// Notícias - Logística Voltar

A evolução da logística: As 5 fases, tendências e desafios para a entrega de soluções no futuro

13 de julho de 2023

Cada vez mais novas ferramentas e tecnologias surgem, tal qual o desenvolvimento de uma cadeia de suprimentos mais complexa e direcionada com o foco no cliente, produção e efetividade.

A evolução da logística: As 5 fases, tendências e desafios para a entrega de soluções no futuro

Se você faz parte do mundo da logística há algum tempo, pode ter notado as grandes mudança que vem acontecendo com o passar dos anos.

Cada vez mais novas ferramentas e tecnologias surgem, tal qual o desenvolvimento de uma cadeia de suprimentos mais complexa e direcionada com o foco no cliente, produção e efetividade.

Hoje iremos abordar as 5 principais fases da logística assim como tendências e desafios que podem impactar as atividades e entregas de soluções dentro dessa área.

Fases de Evolução da Logística

Fase 1:

Durante a primeira fase da logística, que ocorreu nos anos 40, as indústrias focavam principalmente na produção em larga escala. Nesse período, o controle de estoque era realizado manualmente, o que dificultava a comunicação entre fabricantes e revendedores.

Devido a essa falta de comunicação eficiente, era comum encontrar pontos de venda com estoques excessivos de produtos, uma vez que a reposição demorava para acontecer. Nessa época, ainda não havia o conceito de logística empresarial, ou seja, as empresas não estavam preocupadas com os custos de produção e com a rotatividade dos produtos.

Fase 2:

Na década de 1950, o conceito de logística empresarial começou a se consolidar. Surgiram teorias como o Lean Manufacturing, aplicadas nas fábricas da Toyota no Japão, com o objetivo de reduzir desperdícios e controlar a produção, tornando as atividades mais lucrativas.

Essas mudanças trouxeram uma nova filosofia: em vez de produzir em massa, as empresas passaram a direcionar seus recursos para melhorar os fluxos de distribuição e reposição. Com essa nova abordagem, a evolução da logística começou a se orientar para a experiência do consumidor, com maior foco nos canais de distribuição e no atendimento ao cliente.

Fase 3:

Ao longo das décadas de 1960 e 1970, o modelo de produção mais enxuto e controlado começou a se consolidar. Isso significa que as empresas passaram a investir cada vez mais nos canais de distribuição.

No Brasil, nesse período, o modal rodoviário começou a se destacar à medida que novas obras de infraestrutura de transporte eram realizadas no país.

No entanto, em meados da década de 1970, ocorreu a crise do petróleo, juntamente com mudanças nos custos de mão de obra. Isso resultou no aumento dos custos operacionais e trouxe um novo desafio: como modernizar as operações para torná-las ainda mais econômicas?

Fase 4:

partir das décadas de 1980 e 1990, o conceito de cadeia de suprimentos, ou supply chain, ganha destaque.

O processo produtivo passa a se concentrar na integração e no controle das operações visando:

  1. Redução de custos: A busca por eficiência e otimização leva a um maior controle dos custos ao longo de toda a cadeia de suprimentos, desde a aquisição de matéria-prima até a entrega final ao cliente.
  2. Antecipação de problemas: A gestão da cadeia de suprimentos passa a ter um foco maior na prevenção de problemas e na antecipação de possíveis falhas, permitindo a tomada de medidas corretivas antes que esses problemas afetem negativamente as operações.
  3. Melhor monitoramento de desempenho: A integração dos processos logísticos possibilita um monitoramento mais preciso do desempenho em cada etapa da cadeia de suprimentos, permitindo uma análise mais detalhada e a identificação de oportunidades de melhoria.

Essa nova abordagem integrada das operações também é impulsionada pelo avanço tecnológico e pela globalização, que facilitam a comunicação e a troca de informações entre os diferentes elos da cadeia de suprimentos.

Todas essas mudanças têm impacto tanto dentro do Brasil como além de nossas fronteiras. O comércio exterior se fortalece à medida que a logística nacional se torna cada vez mais importante para o desenvolvimento da economia, refletindo a necessidade de uma gestão eficiente e integrada ao longo de toda a cadeia de suprimentos.

Fase 5:

Na fase atual, conhecida como logística 4.0, a tecnologia desempenha um papel fundamental. Nesse contexto de alta tecnologia, é possível observar a aplicação da inovação para:

  1. Automatizar tarefas: A automação de processos logísticos por meio de tecnologias como a inteligência artificial, a automação robótica de processos (RPA) e a automação de armazéns aumenta a eficiência e reduz erros.
  2. Controlar resultados: O uso de sistemas avançados de gestão logística, como o uso de dados em tempo real e análise preditiva, permite um melhor monitoramento e controle dos resultados operacionais.
  3. Reduzir custos: A logística 4.0 oferece oportunidades para redução de custos, como otimização de rotas, gerenciamento de estoques mais eficiente e uso de tecnologias de transporte mais sustentáveis.
  4. Monitorar operações: Através de sensores, RFID (Identificação por Radiofrequência) e tecnologias de rastreamento, é possível monitorar as operações logísticas em tempo real, melhorando a visibilidade e a tomada de decisões.

Novidades como a internet das coisas (IoT), a robótica e a tecnologia 5G estão começando a ter impactos significativos nos processos logísticos, transformando a realidade das empresas e oferecendo novas formas de executar cada etapa logística de forma mais eficiente e eficaz.

Tendências e Desafios para o futuro

No futuro, a logística continuará evoluindo e enfrentando novas tendências e desafios. Aqui estão algumas das principais tendências e desafios que se esperam para o futuro da logística:

  1. Automação e Inteligência Artificial: A automação e a inteligência artificial terão um papel cada vez mais importante na logística. Robôs autônomos, veículos autônomos, sistemas de armazenagem e picking automatizados, e algoritmos de roteirização inteligentes serão cada vez mais utilizados para melhorar a eficiência e a precisão das operações logísticas.
  2. Internet das Coisas (IoT): A IoT permitirá a interconexão de dispositivos, veículos e sensores em toda a cadeia de suprimentos. Isso possibilitará o monitoramento em tempo real, o rastreamento preciso e o compartilhamento de dados em tempo real, melhorando a visibilidade e o controle das operações logísticas.
  3. Logística Sustentável: A preocupação com a sustentabilidade ambiental será uma tendência crescente na logística. As empresas buscarão reduzir as emissões de carbono e adotar práticas mais sustentáveis, como o uso de veículos elétricos, otimização de rotas para minimizar a quilometragem percorrida e o uso de embalagens eco-friendly.
  4. E-commerce em crescimento: O comércio eletrônico continuará crescendo rapidamente, o que exigirá uma logística adaptada para atender às demandas do comércio online. A entrega rápida, o gerenciamento eficiente de estoques e a logística reversa serão aspectos cruciais para o sucesso das empresas nesse setor.
  5. Ênfase na Experiência do Cliente: A logística estará cada vez mais voltada para a experiência do cliente. As empresas buscarão oferecer opções de entrega flexíveis, rastreamento em tempo real, comunicação transparente e um serviço eficiente para atender às expectativas dos consumidores.
  6. Complexidade da Cadeia de Suprimentos Global: A globalização e a interconectividade aumentarão a complexidade da cadeia de suprimentos global. Lidar com regulamentações aduaneiras, restrições de transporte, instabilidade geopolítica e a necessidade de coordenação entre diferentes países e culturas serão desafios significativos para as empresas.

A Pollo Engenharia entrega soluções em logística que integra tecnologia e inovação para o aprimoramento da efetividade e produtividade da sua empresa. Entre em contato!

📞 71 3632-1608

📩 comercial@polloeng.com.br

🌍 www.polloeng.com.br

Últimas Notícias

Pollo Engenharia no Bahia Oil and Gas Energy 2024
News

Pollo Engenharia no Bahia Oil and Gas Energy 2024

A Pollo Engenharia, empresa prestadora de serviços para o setor de óleo e gás, marcou presença na Bahia Oil and Gas Energy 2024. A feira reuniu os principais nomes do mercado nacional e internacional para debater os desafios e oportunidades do setor.

/// Saiba mais
Pollo Engenharia homenageada na Câmara municipal de Itaboraí
News

Pollo Engenharia homenageada na Câmara municipal de Itaboraí

A empresa foi elogiada por suas inovações e iniciativa de capacitação e aquisição de mão de obra local, recebendo a honrosa medalha ''Visconde de Itaboraí''.

/// Saiba mais
Estaremos presente no Bahia Oil And Gas Energy 2024
News

Estaremos presente no Bahia Oil And Gas Energy 2024

A Pollo Engenharia tem a honra de convidar você a mergulhar no mundo da inovação energética na Bahia Oil and Gas Energy 2024. Teremos um espaço reservado para recebê-lo, venha nos visitar!

/// Saiba mais
Novo Contrato: Prestação de serviços de apoio técnico em grande mineradora na Bahia.
News

Novo Contrato: Prestação de serviços de apoio técnico em grande mineradora na Bahia.

A conquista deste contrato é mais um passo em nossa jornada de crescimento e excelência, e estamos ansiosos para enfrentar os desafios e oportunidades que estão por vir.

/// Saiba mais

Certificados

A evolução da logística: As 5 fases, tendências e desafios para a entrega de soluções no futuro
A evolução da logística: As 5 fases, tendências e desafios para a entrega de soluções no futuro
A evolução da logística: As 5 fases, tendências e desafios para a entrega de soluções no futuro
Pollo Engenharia

Avenida Leste SN, Lote 3, Quadra E

Poloplast, Camaçari/BA, CEP 42801-609

+55 71 3632-1608

comercial@polloeng.com.br

04.908.975/0001-73

Siga nossas redes sociais

Entre em contato conosco

Preencha o formulário abaixo que nós retornamos o contato

Contato por Whatsapp